terça-feira, 8 de setembro de 2015

Hoje gostaria de compartilhar com vocês esse site incrivel!

Aqui você pode escolher varios tipos de relógios para seu site ou blog. Tem também a opção de personaliza-los com a logo do seu grupo, foto entre outros.








Como surgiu a capoeira?

Como surgiu a capoeira?

A luta 100% brasileira foi criada no século 17 por escravos africanos da etnia banto. Por causa da origem, ficou proibida oficialmente até 1937, embora nunca tenha deixado de ser praticada. Nos anos 30, o baiano Manuel dos Reis Machado, o mestre Bimba, tirou os capoeiristas do chão, quebrou o gingado e incorporou golpes de outras lutas. Sua criação, a capoeira regional, se diferencia até hoje da capoeira angola, mais tradicional e difundida a partir da década de 1910 pelo baiano Vicente Ferreira, o mestre Pastinha. No século 20, a capoeira virou esporte, com direito a confederação nacional. Existem até torneios em que capoeiristas encaram lutadores de outras especialidades. "Nesses torneios, já vi muitos saindo carregados de maca", diz Eliane Dantas dos Anjos, autora de um estudo sobre a origem do nome dos principais golpes.
• Este é o 1º capítulo da série sobre as principais artes marciais do mundo
Jogo de pernas
A capoeira é praticada por 6 milhões de brasileiros. No mundo, são 8 milhões de capoeiristas espalhados por mais de 160 países
UNIFORME
Na capoeira regional, a roupa é sempre branca, com calças largas e camiseta - capoeirista descamisado é só para turista ver. Cordas coloridas, amarradas na cintura, indicariam o nível do jogador - a Confederação Brasileira já tentou padronizar uma escala que vai do verde ao branco, mas nem todo mundo concorda
MESTRE BIMBA
Capitão de navegação, com 1,93 m de altura e 89 kg, Manuel dos Reis Machado (1899-1974) inventou e popularizou a capoeira regional com golpes como o dobrado - ilustrado aqui. Bom de briga, incorporou elementos do jiu-jítsu, da luta livre, do savate (de origem francesa) e até do batuque - técnica já extinta
• A capoeira angola é jogada no chão porque os escravos praticavam dentro das senzalas, abaixo do parapeito da janela
• Há cem anos, além de comandar o ritmo, o berimbau servia para bater no capoeirista que não seguisse as regras da luta
• Uma das primeiras mulheres capoeiristas, ainda nos anos 30, foi Maria Doze Homens. Depois vieram outras com apelidos curiosos: Nega Didi, Satanás e Calça Rala
NO ATAQUE
Saltos e chutes podem ser acrobáticos e mortais
Martelo
Este é um dos golpes mais usados na capoeira. Uma variação do movimento, o martelo-de-chão, é mais rente ao solo
Rabo-de-arraia
Na regional, é um salto mortal para a frente, usado para acertar dois chutes em sequência, com o calcanhar, na cabeça do oponente
Meia-lua de compassoO capoeirista apoia as mãos no chão e gira para acertar o adversário com o calcanhar. Um dos golpes mais precisos do famoso Madame Satã
NA DEFESA
Uso das mãos é fundamental para esquivas e contra-ataques
Cocorinha
Movimento simples para evitar golpes a meia altura. O capoeirista apoia a mão no chão para preparar um chute de revide
Serve para escapar preparando um contragolpe, mas com risco de tomar uma cabeçada. Mestre Pastinha dominava a técnica
Negativa
Golpe clássico do mestre Besouro - aquele que virou filme. O jogador se esquiva do golpe alto e dá uma rasteira no pé de apoio do adversário
ARENA
A roda, com capoeiristas dispostos em círculo, é o palco da luta
Círculo fechado
Mestres e outros discípulos, sem posições fixas, rodeiam os jogadores. Na capoeira angola, em geral, todo mundo fica sentado. Na regional, todos ficam em pé e batendo palmas
Banda
Na única arte marcial com trilha sonora, o ritmo da luta é ditado pelo berimbau - em geral são três, de sonoridades diferentes. Normalmente, eles são acompanhados por uma verdadeira banda: dois pandeiros, um atabaque, um agogô e um recorreco
Como acontece
Os capoeiristas se cumprimentam agachados e iniciam o jogo ao pé do berimbau. Não há pontuação nem tempo determinado para a luta acabar - algumas duram até meia hora. Quando um jogador parece cansado, alguém da roda "compra o jogo" e entra em seu lugar, cumprimentando-o
• A letra das canções pode ser cantada ou declamada de improviso - costume inventado na Bahia por mestre Waldemar

Como surgiu o kung fu?

A luta que conhecemos como kung fu na verdade se chama wushu e foi criada há pelo menos 4 mil anos, na Mongólia, espalhandose pela China. A falha de comunicação foi do missionário francês Jean Joseph Marie Amiot (1718-1793), que acabou reba rebatizando a luta com uma expressão que significa "trabalho duro", em cantonês. De qualquer forma, foi como kung fu que essa arte marcial ganhou fama no Ocidente e, a partir dos anos 60, passou a estrelar no cinema. Muito antes disso, porém, o wushu - "arte da guerra" em mandarim - era mania nacional na China desde 700 a.C. Ao longo do tempo, o wushu ganhou dezenas de variações, muitas delas criadas em templos famosos, como Shaolin, Fukien e Huanshan. Em 1949, o governo chinês criou regras oficiais para competição, usadas até hoje nos campeonatos mundiais que rolam a cada dois anos... \O_
EFEITOS ESPECIAIS
Popularizada pelo cinema, a modalidade é marcada por movimentos rápidos e precisos
NO ATAQUE
Vale até ser acrobático para acertar o adversário
SALTO DE 540º
Este giro e meio no ar, finalizado com um chute baixo, impressiona. Trata-se, porém, de um golpe mais bonito do que eficiente
MARTELO
Por ser muito veloz, este golpe ajuda a pegar o rival desprevenido. Se for mal aplicado, porém, abre a guarda para o contra-ataque
JOELHADA
Golpe dos mais comuns nos filmes de kung fu: com um salto preciso, o lutador cai com o joelho ferindo as pernas do adversário
NA DEFESA
Bloquear sequências de golpes não garante contra-ataques
GIRO DE MÃOS
É eficaz contra golpes altos em sequência, mas não evita que o oponente continue na ofensiva e encurrale o adversário
BLOQUEIO
Evita golpes fortes e diretos na altura do tronco. Apesar de ser muito eficiente, não ajuda na preparação do contra-ataque
EMPURRÃO
Neste caso, a defesa é o melhor ataque. Um movimento rápido em direção ao peito faz o adversário recuar e perder o equilíbrio
BRUCE LEE (1940-1973)
Com a lenda das artes marciais e do cinema, não tinha nada coreografado e as lutas filmadas eram espontâneas. Além de se tornar um mestre do wushu, Bruce Lee criou seu próprio estilo de luta, o Jeet Kune Do. Enquanto atuava e praticava artes marciais, o cara ainda arranjou tempo para se formar em filosofia
- Um dos golpes mais famosos nos filmes, o soco de uma polegada, é mais usado no wing chun, arte marcial chinesa que Bruce Lee dominava
- Os estilos derivam do movimento de 12 seres: urso, serpente, águia, tigre, dragão, galo, cavalo, louva-a-deus, macaco, gavião, andorinha e garça
- Antes de ser ator, o mestre Jet Li também demonstrou a luta para autoridades. Foi em 1974, na Casa Branca, diante de Richard Nixon
- Por volta de 200 a.C., muitas mulheres eram mestras. Uma das mais conhecidas foi Yuenu, que se apresentou para o imperador Goujian
VITRINE ESPORTIVA
Competições oficiais reúnem lutadores de vários estilos em combates e exibições
CORPO A CORPO
Na competição, as lutas rolam em um tablado elevado e os lutadores, descalços, usam luvas e protetores de cabeça. As apresentações coreografadas, individuais e coletivas, por sua vez, acontecem no chão e lembram as provas de solo da ginástica olímpica
A REGRA É CLARA
Um dos 13 árbitros fica no tablado e orienta a luta junto com dois auxiliares. Os outros dez contabilizam, de longe, os pontos de cada lutador para a contagem final
PONTO CERTO
A luta é decidida por nocaute ou por pontos. Para golpes simples, valem mais os que acertam a cabeça. Golpes no tronco valem um pouco menos e nas pernas menos ainda. O que dá mais pontos, porém, é encaixar uma sequência de golpes ou mandar um daqueles de difícil execução, como o salto de 540º

TEMPO DE LUTA de 1min20s a 5minutos
PEÇAS E ACESSÓRIOS
As armas do wushu estão ligadas à tradição militar chinesa
DAO Na China, este sabre usado na Ásia há 5 mil anos é a mais básica das armas
BIAN Espada curta, usada no estilo Shaolin Quan, aparece em vários filmes
MARTELO Formado por uma corda de 4 m com dois pesos de 180 g na ponta
DAN Tridente muito comum no kung fu, principalmente no estilo Chuang Fa

Como surgiu o jiu-jítsu?


O jiu-jítsu surgiu no Japão há mais de 3 600 anos. Especula-se que tenha as mesmas origens do wushu, ou kung fu, criado na China. No jiu-jítsu, usa-se o corpo como alavanca para derrubar ou neutralizar inimigos maiores sem golpes traumáticos. A estratégia era fundamental, entre os séculos 11 e 19, para os samurais enfrentarem, até sem espada, adversários com armaduras pesadas. Com a grande leva de imigração para a Europa e as Américas, no começo do século 20, a "arte suave" ganhou o mundo. Antes disso, era crime punido com a morte ensinar jiu-jítsu - um segredo militar - a não japoneses. Afastados das raízes, os novos mestres criaram estilos como o judô e o aikido (conheça nas próximas edições). Por aqui, a família Gracie desenvolveu o "jiu-jítsu brasileiro", o mais praticado no mundo. :-O
• Este é o 3º capítulo da série sobre as principais artes marciais do mundo
LUTA COM INTELIGÊNCIA
No jiu-jítsu, explorar erros do oponente conta mais do que usar força e velocidade
NO ATAQUE
Além de derrubar, é importante imobilizar o oponente
CHAVE DE BRAÇO VOADORA
Ideal para um lutador menor e mais fraco que o oponente. Permite usar a força do rival para imobilizá-lo, travando os braços dele
TESOURA
O kanibasami é conhecido nas academias, mas proibido em competições pelo risco de machucar seriamente o joelho do oponente
MATA-LEÃO
Original do jiu-jítsu japonês, mas muito usado no estilo brasileiro. Quando bem aplicado, pode decidir uma luta
NA DEFESA
Escapar de uma imobilização é crucial. Veja como fazer:
ESCAPE
O primeiro passo para escapar de uma imobilização é girar o quadril para tirar as costas do chão e ficar de lado
DOMINE
Os braços são usados para deslocar o rival e tentar dominá-lo. As pernas travam o tronco e uma das pernas do oponente
FINALIZE
Pronto: agora é o adversário quem está imobilizado com um mata-leão. Para funcionar, a sequência precisa ser ligeira
MITSUYO MAEDA
(1878 - 1941)
Venceu mais de 2 mil lutas e foi apelidado de "homem mais forte que já viveu". Em 1915, um ano após chegar ao Brasil, criou uma escola em Belém do Pará e ensinou o jiu-jítsu a Gastão Gracie e seu filho Carlos. Aos 19 anos, Carlos vai para o Rio de Janeiro e funda a Academia Gracie, em 1925.
É DO BRASIL!
O maior torneio do mundo, com até 3 mil atletas, rola, todo mês de julho, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo
A REGRA É CLARA
A luta é conduzida por um único juiz, que fica dentro do tablado, acompanhando os lutadores a uma distância segura. Ele é auxiliado por um cronometrista, que se posiciona em uma mesa ao fundo, e por um mesário, que atualiza o placar
GAME OVER
A luta pode até ser vencida por quem está atrás no placar. Basta um golpe doloroso que faça o lutador bater três vezes no tatame ou no corpo do rival. "A finalidade do jiu-jítsu é fazer o adversário se render", diz Moisés Muradi, presidente da Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu Esportivo
TEMPO CORRIDO
A luta não tem rounds e, dependendo da categoria, dura de cinco a dez minutos. As categorias são estabelecidas por idade. Quem tem mais de 18 é dividido por peso e por faixa
PONTO CERTO
Golpes de projeção - que lançam o adversário ao chão - valem 2 pontos, mas também há golpes que valem 3 ou 4 pontos. Quem soma mais ao fim do tempo é o vencedor. Em casos de empate, golpes não completados podem decidir o resultado

Como surgiu o muay thai?

O boxe tailandês - tradução de muay thai em português - teria surgido há 2 mil anos com base no wushu (ou kung fu) chinês. Forçados a deixar a China, agricultores que encontraram liberdade e terras férteis na atual Tailândia precisavam se defender do vizinho poderoso. Surgiu, assim, o método de autodefesa chupasart, que usava todo tipo de armas - espadas, lanças, machados etc. Para evitar mutilações e mortes nos treinos, as armas foram abolidas. Mas o estilo continuou violento. No muay thai, todo golpe visa nocautear o adversário. Ao longo dos treinamentos, as canelas são castigadas até se tornarem armas. Até o começo do século 20, soldados tailandeses tinham que lutar muay thai, e foi só a partir daí que ele ganhou regras limitando sua agressividade.
Direto e reto
No muay thai, todos os golpes têm o objetivo de ferir o oponente
NO ATAQUE
Golpes diretos visam acertar - e machucar - o rival em pontos vitais
KAO LOI
Tem joelhada de todo tipo, até voadora. Esta aqui é usada quando o lutador está agarrado ao adversário ou para nocautear rivais fragilizados
SOK
Dentre sete tipos de cotovelada, o golpe na horizontal visa a região dos olhos. O rival fica desnorteado e com dificuldade para enxergar
HANUMAN
Os socos não são comuns como chutes, joelhadas e cotoveladas. Porém, podem vir em dose dupla - como em nenhuma outra luta
NA DEFESA
Canela e antebraço "de pedra" obstruem os golpes
PAK LOOK
No muay thai ninguém tem medo de apanhar. O importante é resistir bem aos golpes. Para o chute alto, a melhor defesa é projetar o antebraço
KHUN YAK LAB JING
Contra sequências de chutes e socos, sequências de defesas. O importante é ter sangue frio para aguardar o momento certo para o contragolpe
SANDA
Defender-se sem apanhar é raro. Este golpe aproveita que o oponente está no ar para arremessá-lo ao chão com um chute no pé de apoio
EVOLUÇÃO DO ESPORTE
O boxe tailandês começou casca-grossa e se modernizou sem amolecer
À MODA ANTIGA
Até os anos 30, os tailandeses lutavam em qualquer pedaço de chão - como os brasileiros jogam bola até na sala de casa. Em alguns torneios usavam-se bastões e espadas e as roupas eram bem diferentes: lutava-se descalço e com cordas amarradas às mãos e aos antebraços
TEMPOS MODERNOS
O governo tailandês organizou e transformou a luta em esporte na década de 1930. O modelo adotado foi o do boxe: tablados com cordas, em lugares fechados, um juiz dentro do ringue e outros marcando o tempo e os pontos dos lutadores, além de atletas lutando com luvas
VERSÃO REMIX
O kickboxing, criado no Japão, na década de 1950, é uma mistura de muay thai com caratê, tae kwon do e savate (boxe francês). A diferença entre o kickboxing e o muay thai é que na versão "moderna" rolam mais socos e proíbem-se chutes abaixo do peito
DIESEL NOI (1961-)
Medindo 1,88 m e pesando 62 kg, esse tailandês lutou durante 17 anos, acumulando 50 vitórias em 54 lutas. Dono do que os críticos batizaram de "joelhos que abriam rombos no céu", Diesel liderou a era de ouro do muay thai na década de 1970. O estilo ágil e agressivo fez dele ídolo nacional na Tailândia, influenciando gerações de lutadores até hoje
MARCA REGISTRADA
Tae Glub Lang é o nome do chute giratório clássico do muay thai que acabou até sendo incorporado por outros estilos. Sem abrir a guarda, e com grande velocidade, o lutador consegue fazer estrago na cabeça do oponente
• Sob o reinado de Rama V, no século 19, os melhores lutadores eram convocados para formar a guarda de segurança real
• O muay thai é conhecido como "arte das oito armas": dois punhos, dois cotovelos, dois joelhos e duas canelas. A cabeçada, nona arma, foi proibida
• Na Tailândia, o muay thai é tão popular quanto o futebol no Brasil. As lutas passam na TV e quem se dá bem como profissional vira celebridade e enriquece
• Cascas de árvore, cocos abertos ou conchas eram amarrados com faixas para proteger as partes baixas
• A maioria das lutas acaba em nocaute. Duelos que duram todos os cinco rounds - cada um com três minutos - são raríssimos
• O kickboxing proíbe joelhadas durante o clinch, quando os lutadores se agarram. Outros golpes são liberados!

Como surgiu o krav maga?

Esse estilo de luta para situações de conflito foi criado na década de 1940 para treinar um exército judaico rebelde - o Haganá. Com a independência do Estado de Israel, em 1949, o criador da técnica, o húngaro Imi Lichtenfeld (1910-1998), treinou o Exército e a força policial do novo país. Em 1964, Imi se aposentou e passou a ensinar a luta aos civis. A partir daí, o krav maga se difundiu pelo mundo como uma poderosa técnica de defesa pessoal. Porém, na contramão dos outros estilos que já mostramos nesta série, como jiu-jítsu e kung fu, o krav maga não se transformou em esporte. Ou seja, não há competições oficiais nem regras de pontuação. O principal objetivo da técnica é abater o adversário - seja um assaltante, seja um soldado inimigo - rapidamente, atacando seus pontos críticos. :-O
GUERRA DE RUA
A técnica consiste em reagir quando a vida está em risco
NO (CONTRA-) ATAQUE
Rapidez e agressividade deixam o adversário sem reação
COICE
Se o agressor chega por trás, com um chute baixo, o lutador afasta o oponente e se posiciona para encará-lo
JOELHADA
Para ataques frontais, segura-se a cabeça do oponente para mandar o joelho na barriga e finalizar com uma cotovelada
PUXÃO COM GIRO
A técnica usa poucos chutes, mas as pernas servem como alavanca. Neste golpe, os braços agarram e giram o oponente
ATENÇÃO! NÃO REPITA ESSES GOLPES! "Em situações de risco, não reagir é mais seguro do que arriscar a vida", adverte Kobi Lichtenstein, fundador da Federação Sulamericana
NA DEFESA
Técnica contém golpes para um contra-ataque mortal
PUXÃO DE CABEÇA
A sequência envolve segurar a cabeça do agressor, girar o corpo para ficar por cima e distribuir socos e cotoveladas
BLOQUEIO DE CHUTE
O estilo tem mais socos, porque levantar os pés desestabiliza o corpo. Se o oponente ergue a perna, fica mais fácil derrubá-lo
CONTRA ARMA DE FOGO
Para fugir de uma arma apontada para a cabeça, o pulso do agressor é torcido e os dedos são quebrados
IMI LICHTENFELD
(1910 - 1998)
O mestre criou o krav maga a partir do boxe e de outras artes marciais. Em 1940, mudou-se para a Palestina e treinou um grupo militar de judeus para resistir ao domínio inglês - como eles não podiam usar armas de fogo, tinham que lutar bem. Hoje, sua técnica treina forças militares de todo o mundo.
DIRETO E RETO
A técnica condiciona o praticante a reagir quando sua vida está em risco. Por isso, nada de golpes acrobáticos. O mais importante é tomar iniciativa da ação, defenderse atacando, usar o que tiver à mão como arma e mirar em pontos vitais do corpo do adversário
VALE (QUASE) TUDO
Não existe regra rígida para o vestuário. Embora muitos treinem com calças largas pretas e camiseta branca, em exercícios coletivos é melhor vestir quimono - branco, preto, azul ou vermelho -, para destacar a cor da faixa

Como surgiu o caratê?

640px-Karate_WC_Tampere_2006-2
O mais provável é que a luta tenha sido criada na China, com o nome de to-de, e tenha um ancestral comum com o wushu (ou kung fu). Mas foi no Japão do século 15, mais especificamente na ilha de Okinawa, que a arte marcial foi sistematizada. O nome completo, caratê-do, significa "caminho das mãos vazias". Outros dizem que o caratê é o "zen em movimento", por causa da influência do zen-budismo em sua concepção. Mais do que derrotar o oponente, o caratê valoriza a busca pelo equilíbrio corporal e espiritual - daí a grande importância do kata, rotina de golpes coreografados que rola à parte das disputas corpo a corpo. No fim do século 19, o estilo se espalhou de Okinawa para o resto do Japão e, dali, com a imigração, alcançou o mundo
  • Vários atores de ação se destacam como caratecas. Jean-Claude van Damme luta desde os 11 anos e foi campeão mundial. O imbatível Chuck Norris foi campeão nacional por sete vezes nos EUA
  • Em escolas tradicionais, o aluno não vai para a aula sem recitar o kun: uma listinha de cinco preceitos - todos envolvendo autocontrole - criada por Tode Sakugawa no século 18
  • Pat Morita, que interpretou o velhinho Miyagi em Karate Kid, nunca praticou caratê. O ator era um comediante que não manjava nada de artes marciais
  • Os estilos mais conhecidos de caratê são: Shotokan, Shorin-ryu, Gojuryu, Uechi-ryu e Shito-ryu
MORDE E ASSOPRAEm torneios, os caratecas competem lutando ou se exibindo com movimentos coreografados
POUCA ROUPA
Nas academias, vale vestir protetor de tronco, caneleira e capacete na hora da luta. Nos torneios, a vida é mais dura e só dá para usar protetor bucal, luva e sapatilha
DOIS PRA LÁ E DOIS PRA CÁ
O lado filosófico da luta aparece na prática do kata. Trata-se da realização de sequências fixas de movimentos simulando uma luta contra um oponente imaginário. A competição é individual ou em grupo e os pontos variam conforme a dificuldade e a precisão dos golpes
PRETO NO BRANCO
Até o século 20, os japoneses treinavam com roupas comuns. De lá para cá, o quimono branco virou obrigatório, acompanhado por uma faixa que indica o nível do lutador
ANKÖ ITOSU
(1831 - 1915) Modernizou a luta, unificando diferentes estilos - ambição de seu mestre Sokon Matsumura (1809-1899). Itosu codificou os golpes e movimentos, redigiu os dez princípios da luta e deu aulas a mestres lendários como Kentsu Yabu (1866-1937), Kenwa Mabuni (1887- 1952) e vários outros, que fundaram escolas existentes até hoje.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015